Por Dentro do Setor
    voltar

    Ritmo de transformação

    20/5/2021


    O Sindipeças participou da 31.ª Assembleia Permanente pela Eficiência Nacional (Aspen), organizada pelo Instituto Besc de Humanidades e Economia. O objetivo foi discutir o futuro da cadeia automotiva, com ênfase nas mudanças já em curso e nas ações de apoio governamental para “retorno da empregabilidade”. Para George Rugitsky, diretor de Economia do Sindipeças, montadoras, sistemistas, fornecedores de componentes e governo precisam alinhar ações para mitigar os efeitos da crise provocada pela pandemia de covid-19 e propor caminhos, Ele enfatizou também os desafios da indústria automobilística, mundial e brasileira, nas próximas décadas, que serão os maiores de sua história, “tão grandes quanto seu próprio nascimento”. Para Rugitsky, é preciso se preparar para lidar com inteligência artificial, novos hábitos de consumo, manufatura 4.0 e, mais especificamente, eletrificação e direção autônoma, por exemplo. Dentre as medidas de médio e longo prazo está ainda a lição de casa que o Brasil precisa fazer, e destacou “abertura comercial, desafio fiscal e reformas estruturantes”.

    Participaram também do encontro, ocorrido em 11 de maio, representantes da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e Secretaria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia. Assista ao vídeo na íntegra.



    Ver todas as notícias